Veja

6/recent/ticker-posts

 


Conselho de Segurança da ONU faz reunião de emergência sobre Jerusalém


O Conselho de Segurança da ONU está reunido na tarde desta sexta-feira (8) para discutir a decisão do presidente americano Donald Trump de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel. Na reunião, o coordenador especial da ONU para o processo de paz no Oriente Médio, Nickolay Mladenov, afirmou que o organismo está "muito preocupado pelos riscos de uma escalada de violência". Após o anúncio de Trump, o Hamas - movimento islâmico com atuação política e um braço armado - convocou uma nova intifada. 

Nestas quinta e sexta-feira protestos e confrontos foram registrados na Cisjordânia e na Faixa de Gaza, territórios palestinos, além de Jerusalém. Um palestino morreu nesta sexta perto da Faixa Gaza. A decisão foi criticada por líderes internacionais e também motivou protestos em diversos países nesta sexta. O reconhecimento da cidade como capital é considerado polêmico, uma vez que os palestinos querem Jerusalém Oriental como capital de seu futuro Estado, e a comunidade internacional não reconhece a reivindicação israelense sobre a cidade como um todo.

 Entenda.

A reunião de emergência foi pedida por oito países: Bolívia, Egito, França, Itália, Senegal, 
Suécia, Reino Unido e Uruguai.

Controvérsia

O status de Jerusalém é considerado um dos maiores obstáculos nas negociações de paz
 entre Israel e os palestinos.