Veja

6/recent/ticker-posts

Vila Mutirão : Jovem é indicado por matar dono de lanchonete durante assalto


O jovem Jeferson Henrique Passos, de 23 anos, foi indiciado nesta sexta-feira (26) pela morte do dono de uma lanchonete, Amarildo José Rodrigues, de 35 anos, durante um assalto ao comércio na Vila Mutirão I, em Goiânia. Segundo a Polícia Civil, o rapaz atirou contra a vítima porque ele pediu que não levasse o chip de um dos celulares. O jovem nega ter cometido o crime. "Ele atirou nas costas da vítima. A vítima não reagiu, apenas solicitou o chip de telefone. O autor, em momento algum, sofreu ameaça por partes das pessoas que estavam no local", disse o delegado responsável pelo caso, Francisco Lipari. O delegado indiciou o jovem por latrocínio. Lipari também pediu ao Poder Judiciário que determine o mandado de prisão provisória contra Jeferson pela morte do comerciante para que ele não seja colocado em liberdade. Caso seja condenado pelo latrocínio, o rapaz pode pegar de 20 a 30 anos de prisão. Jeferson está preso por roubo desde novembro do ano passado. Ele está detido na Casa de Prisão Provisória de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. Crime O latrocínio, roubo seguido de morte, ocorreu no dia 30 de abril de 2017. Segundo a investigação, o autor do crime estava em uma motocicleta vermelha. Armado, ele desceu do veículo, entrou no comércio e ameaçou a vítima e funcionários, que lhe entregaram celulares e outros pertences. Apenas Amarildo foi baleado.


No momento do crime, Jeferson usava capacete. Porém, a descrição dada pelas vítimas coincide com a dele. Apesar do jovem negar envolvimento no crime, os policiais afirmam ter provas suficientes da autoria. "A partir das circunstâncias que ocorreram, fomos em busca de quem praticava crimes de roubo com muita frequência na região, solicitamos medidas cautelares, que não podemos divulgar quais para não atrapalhar futuras investigações, cujas provas culminaram na identificação dele", explicou o delegado.