Veja

6/recent/ticker-posts

Polícia Rodoviária Federal resgata animal silvestre ferido na BR-060 , em Guapó

Menina de cinco anos pega seu cobertor, entrega para a polícia e pede para salvar o animal



A Polícia Rodoviária Federal (PRF) resgatou, na tarde deste sábado (28), um veado-catingueiro que estava ferido, às margens da BR-060, próximo ao município de Guapó, região central de Goiás. 


Tudo começou quando uma família de viajantes que seguia no sentido Goiânia a Rio Verde, presenciou um veículo que seguia na frente, atropelando um filhote de veado que cruzava a rodovia. 



Imediatamente eles entraram em contato com a PRF e pediram auxílio para resgatar o pequeno silvestre. 


Em seguida, uma equipe de policiais chegou ao local e viram uma criança desesperada para salvar o animal que agonizava no chão e com sangramento nas patas traseiras. 



Inesperadamente, a garotinha pegou seu cobertor, entregou aos policiais e pediu para salvar o animal. 


Após ser resgatado, ele foi levado para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS), em Goiânia, onde deve passar por um período de quarentena. Depois do tratamento, o veado será devolvido ao meio ambiente.


Menina de cinco anos pega seu cobertor, entrega para a polícia e pede para salvar o animal


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) resgatou, na tarde deste sábado (28), um veado-catingueiro que estava ferido, às margens da BR-060, próximo ao município de Guapó, região central de Goiás. 


Tudo começou quando uma família de viajantes que seguia no sentido Goiânia a Rio Verde, presenciou um veículo que seguia na frente, atropelando um filhote de veado que cruzava a rodovia. 


Imediatamente eles entraram em contato com a PRF e pediram auxílio para resgatar o pequeno silvestre. 


Em seguida, uma equipe de policiais chegou ao local e viram uma criança desesperada para salvar o animal que agonizava no chão e com sangramento nas patas traseiras. 


Inesperadamente, a garotinha pegou seu cobertor, entregou aos policiais e pediu para salvar o animal. 


Após ser resgatado, ele foi levado para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS), em Goiânia, onde deve passar por um período de quarentena. Depois do tratamento, o veado será devolvido ao meio ambiente.

Postar um comentário

0 Comentários