Veja

6/recent/ticker-posts

 


Campeões de gasto parlamentar no senado desde 2019

 



Assim como na Câmara, o Senado Federal também tem cota parlamentar ou verba indenizatória. Depois de mostrarmos aqui os campeões de gastos das cotas parlamentares, entre janeiro 2019 e outubro de 2021 na Câmara, apresentamos os 4 que mais gastaram, durante o mesmo período no Senado. É importante ressaltar que a cota parlamentar é um direito dos congressistas.

O campeão de gastos de verba parlamentar é senador Telmário Mota (PROS-RR), durante o período consultado no site do Senado, o congressista usou R$ 1.348.471,72 da cota. Só com locomoção, hospedagem, alimentação e combustíveis o senador gastou R$ 680.741,6

Em segundo lugar, ficou o petista Paulo Rocha (PT-BA), que gastou R$ 1.303.671,53. Seus maiores gastos foram com locomoção, hospedagem, alimentação e combustíveis; além de passagens aéreas, aquáticas e terrestres nacionais. Esses gastos somados alcançaram R$ 692.206,19.

Rogério Carvalho Santos (PT-SE) gastou R$ 1.299.672,15. O senador gastou R$ 589.317,49 com locomoção, hospedagem, alimentação, combustíveis e divulgação da atividade parlamentar.

O quarto colocado é Mecias de Jesus (REPUBLICANOS-RR) que gastou R$ 1.220.439,69.  Os maiores dispêndios do senador foram com locomoção, hospedagem, alimentação, combustíveis e contratação de serviços de apoio ao parlamentar. Essas despesas somadas chegam a R$ 734.684,48

Via terça livre 

Postar um comentário

0 Comentários