Veja

6/recent/ticker-posts

 


Aparecidense bate Campinense e larga na frente na final da Série D

 


Em uma partida movimentada que contou com transmissão ao vivo da TV Brasil, a Aparecidense não se intimidou jogando fora de casa e derrotou o Campinense por 1 a 0, com gol de David, abrindo vantagem na final da Série D.

O jogo do título ocorre no próximo sábado (13), na casa da equipe goiana, no estádio Aníbal Batista de Toledo. Mesmo com o empate na última partida, a Aparecidense leva o inédito título. Já o time paraibano joga por uma vitória simples para tentar a conquista nos pênaltis ou por dois ou mais gols de diferença para ser campeão no tempo regulamentar.

Jogando no Estádio Amigão, em Campina Grande, o Campinense chegou à decisão da Série D com um retrospecto de apenas uma derrota em onze duelos. A equipe começou em cima da Aparecidense, mas logo percebeu que encontraria um muro para atrapalhar os planos: o goleiro Pedro Henrique. 

Na primeira etapa, ele fez três grandes intervenções que impediram que a equipe da casa marcasse. A de maior destaque foi aos 17 minutos, quando colocou para escanteio finalização de Anselmo. 

Do outro lado, a Aparecidense foi precisa. Abriu o placar aos 21, quando David recebeu de fora da área e, de primeira, chutou não tão forte, mas fora do alcance do goleiro Mauro Iguatu. 

Três minutos depois, o time goiano teve duas bolas no travessão no mesmo lance, assustando os torcedores locais. Mas a vantagem se manteve em 1 a 0.

Na volta do intervalo, os times ficaram por um bom tempo sem criar chances, mas o jogo voltou a esquentar na segunda metade. No entanto, Pedro Henrique estava determinado a evitar que o placar se alterasse. 

Aos 21, ele fez duas intervenções no mesmo lance, primeiro em chute de Dione e depois no rebote de Anselmo. Iguatu, o goleiro adversário, também teve que atuar para colocar para escanteio o chute forte de Mutuca, aos 26.

Por último, o derradeiro ato de Pedro Henrique. Aos 39, a finalização com força de Vitinho encontrou novamente as mãos do goleiro, que desviaram o chute em escanteio. Na cobrança, ele impediu a igualdade no placar em finalização de Edinho.

No duelo da volta, além de superar Pedro Henrique, o Campinense precisará vencer na casa da Aparecidense, algo que somente um time, o Porto Velho, de Rondônia, conseguiu. Desde aquele 3 de julho, ou seja, mais de quatro meses atrás, a equipe goiana não sabe o que é ser derrotada em seus domínios.

Com Agencia Brasil

Postar um comentário

0 Comentários