Veja

6/recent/ticker-posts

Cidadania expulsa deputado Fernando Cury

Cidadania expulsou, na noite desta segunda-feira (22), o deputado estadual Fernando Cury do quadro de filiados do partido



O Cidadania expulsou, na noite desta segunda-feira (22), o deputado estadual Fernando Cury do quadro de filiados do partido. A decisão foi tomada por recomendação do Conselho de Ética da sigla devido ao caso de importunação sexual contra a também deputada estadual Isa Penna (PSOL), ocorrido há quase um ano. 

O parlamentar tem direito de recorrer da decisão.
O presidente do Cidadania, Roberto Freire, elogiou a decisão e lamentou que a solução tenha levado tanto tempo.

Leia a nota de Fernando Cury na íntegra:

Em relação à reunião marcada pelo Cidadania hoje para oficializar meu processo de desligamento do partido, venho por esta nota afirmar que, no meu entendimento, esse processo está, mais uma vez, atropelando o devido processo legal para criar um fato político. Não há o intuito de se fazer justiça pois, caso fosse essa a intenção, aguardariam o término dos prazos dos recursos na ação judicial para dar andamento a este processo.Temos uma apelação para ser julgada e também um agravo de instrumento para ser apreciado. O Cidadania apresentou as contra razões da minha apelação, mas querem fazer uma manobra criando um fato político para me expulsar antecipadamente, antes do julgamento desta.Caso o TJDF entenda que a competência é do Conselho de Ética  Estadual, e não Nacional do Cidadania, minha expulsão será cancelada. Outro fato importante é que o Sr. Roberto Freire, presidente do Partido, estaria impedido por já  ter pré-julgado o caso. Reforço que o partido busca apenas um fato político, pois a justiça ainda nem declarou minha sentença.Ajudei o Cidadania, na ampliação  e representação no interior de São Paulo, o partido cresceu e hoje tem relevância no cenário político estadual e não somente na capital e grande SP. Espero, por respeito, que ao menos seja julgada minha apelação e também o agravo de instrumento antes que esse jogo de cartas marcadas vire um fato político. Reforço que o  processo de desligamento é antidemocrático.Acredito na justiça e, assim que o TJDF reverter a decisão do partido, buscarei minha reparação.

Postar um comentário

0 Comentários