Golpe do Falso Boleto ,o Golpe já fez milhares de vitimas

Veja

6/recent/ticker-posts

Golpe do Falso Boleto ,o Golpe já fez milhares de vitimas

Golpe do Boleto Falso ,Fique atento 

Boletos falsos trazem algumas características que podem ser facilmente checadas pelo usuário. Veja se os dígitos finais representam o valor do boleto: se são diferentes, é possível que seja golpe.

A prática envolve a falsificação de cobranças para fazer com que o pagamento vá para a conta bancária do golpista. São vários truques para atrair a vítima, que vão desde a manipulação do código de barras do documento até a criação de páginas falsas que oferecem o download da fatura forjada. 

Veja, a seguir dicas de segurança

Boletos falsos trazem algumas características que podem ser facilmente checadas pelo usuário. Veja se os dígitos finais representam o valor do boleto: se são diferentes, é possível que seja golpe.

Verifique ainda se os primeiros dígitos do código de pagamento coincidem com o código do banco que aparece como sendo o emissor do boleto. Um boleto do Banco do Brasil sempre começará com 001, do Bradesco com 237, da Caixa Econômica Federal com 104, do Itaú com 341 e do Santander com 033. Os números bancários podem ser checados no site da Febraban (https://www.febraban.org.br/associados/utilitarios/bancos.asp).

Para identificar um boleto verdadeiro, é importante se atentar aos números do código de barra — Foto: Reprodução/ Carolina Lais
Para identificar um boleto verdadeiro, é importante se atentar aos números do código de barra — Foto: Reprodução/ Carolina Lais

Em qualquer boleto, prefira sempre ler o código de barras pela câmera do celular ou no caixa eletrônico. Em geral, boletos com linha digitável adulterada não trazem código de barras compatível e precisam forçar a vítima a digitar a sequência manualmente para completar o golpe. Um documento com barras ilegíveis, portanto, tem maiores chances de ser fraudulento.

Prefira sempre ler o código de barras a digitar manualmente — Foto: Reprodução/Helito Beggiora
Prefira sempre ler o código de barras a digitar manualmente — Foto: Reprodução/Helito Beggiora

Sempre que possível, é importante baixar boletos diretamente no site do banco ou da empresa que está fazendo a cobrança.

Evite também se conectar em redes públicas, que são mais suscetíveis a ataques no roteador capazes de falsificar páginas visitadas. Em golpes mais avançados, o criminoso pode interceptar o acesso e alterar um boleto aparentemente baixado do site oficial do banco. Por isso, opte sempre por fazer o download em uma rede segura e com senha, ou pela Internet móvel do celular.

Veja o video da Policia Civil de Goiás orientando sobre os golpes


Postar um comentário

0 Comentários