Arthur Lira vence em 1º Turno com 302 votos e sua primeira decisão já é polêmica

Veja

6/recent/ticker-posts

Arthur Lira vence em 1º Turno com 302 votos e sua primeira decisão já é polêmica

A primeira medida de Arthur Lira como presidente da Câmara dos Deputados foi derrubar o blocão

Deputado Arthur Lira, candidato a presidente da Câmara dos Deputados, no plenário durante a sessão. Sergio Lima 01Fev.2021
Deputado Arthur Lira, candidato a presidente da Câmara dos Deputados, no plenário durante a sessão. Sergio Lima 01Fev.2021


O deputado Arthur Lira (PP-AL), apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro, venceu a disputa pela Presidência da Câmara, na noite desta segunda-feira (1º/2). Ele derrotou Baleia Rossi (MDB-SP), que era a principal aposta da oposição para impedir que um governista chegasse ao comando da Casa. Lira fica no cargo pelos próximos dois anos, ocupando a cadeira deixada por Rodrigo Maia (DEM). Ao todo, 503 deputados votaram. Lira recebeu 302 votos.

A disputa estava acirrada, mas a distribuição de R$ 500 milhões em emendas pelo governo virou votos para Lira. A verba foi repassada para obras indicadas pelos parlamentares nos estados. A liberação dos recursos é obrigatória, mas pode ocorrer ao longo do ano. Essa foi a maior liberação para um mês de janeiro desde que o registro é feito.

Em seu discurso no plenário, Lira afirmou que vai elevar a gestão compartilhada, em que os demais parlamentares têm peso em todas as decisões.


“Eu olho para a cadeira do presidente (da Câmara). Por acaso é um trono? Não. Há mais cadeiras. Tudo na Casa tem a marca do coletivo. Temos que tirar o poder da Presidência como foi nos últimos anos e devolver esse superpoder ao plenário”, disse.

O parlamentar afirmou ainda que vai respeitar as diferenças entre os pares.

“As ideologias, as diferenças ideológicas que compõem a pluralidade ideológica dessa Casa. Os de esquerda, direita e centro sempre tiveram em mim um deputado de apoio, de conversa e de cumprimento de palavra. Que a união de todos possa mais do que nunca fazer a diferença de todos os brasileiros. Eu acredito na consciência livre das mulheres dos homens de bem nessa casa, para ver uma Câmara independente, harmônica, pois o Brasil não aguenta mais acotovelamentos”, completou Lira.

Assim que tomou posse como presidente da Câmara Federal, Arthur Lira cassou a decisão de Rodrigo Maia que havia dado o direito de formação do blocão formado pelos partidos apoiadores do deputado Baleia Rossi, e determinou que as candidaturas para os outros cargos da mesa diretora sejam refeitas nesta terça-feira para uma votação com base na proporcionalidade total da casa.

PLACAR DA VOTAÇÃO NA CÂMARA

Arthur Lira (PP-AL): 302 votos
Baleia Rossi (MDB-SP): 145 votos
Fábio Ramalho (MDB-MG): 21 votos
Luiza Erundina (PSol-SP): 16 votos
Marcel Van Hattem (Novo-RS): 13 votos
André Janones (Avante-MG): 3 votos
Kim Kataguiri (DEM-SP): 2 votos
General Peternelli (PSL-SP): 1 voto

Postar um comentário

0 Comentários