Edson Fachin ; processo sobre o tríplex do ex-presidente Lula é encaminha à Justiça do DF



O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), encaminhou à Justiça Federal do Distrito Federal o processo do tríplex do Guarujá envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

Decisão ocorre depois de o plenário da Corte confirmar a decisão da Segunda Turma, que declarou o ex-juiz Sergio Moro suspeito para julgar e condenar o petista

 Lula foi denunciado pela Operação Lava Jato por receber propina da empreiteira OAS através da reserva de um apartamento tríplex na cidade do Guarujá, no litoral de São Paulo, e da manutenção da unidade. Em 2017, o então juiz Sergio Moro condenou Lula a nove anos e seis meses de prisão, pagamento de uma multa de R$ 670 mil e de indenização de R$ 16 milhões, além de impedir que o petista ocupasse cargos públicos por sete anos. A pena foi reduzida depois de o caso ser analisado, em abril de 2019, pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Gostou do conteúdo ? doe qualquer quantia para manter o site no ar


Postar um comentário

0 Comentários