Pastor que orou pela morte de Paulo Gustavo será processado

Pastor será processado por diversas entidades LGBTQIA+ e grupos de direitos humanos



Após dizer que ora pela morte do ator Paulo Gustavo, que está internado na UTI tratando complicações de Covid-19, o pastor José Olímpio, da Assembleia de Deus de Alagoas, vai ser processado por diversas entidades LGBTQIA+ e grupos de direitos humanos. As informações são do Congresso em Foco, do UOL.

Eu oro para que o dono dele o leve para junto de si”, disse o pastor nas redes sociais. No entanto, a publicação foi excluída após diversas críticas.

Uma nota assinada pelas entidades dizem que é algo urgente: “É urgente que crimes como estes, motivados por homofobia, sejam enquadrados da tipificação da LGBTfobia , na lei de combate ao racismo de n. 7.716/2018, e que punições mais rigorosas e severas sejam tomadas contra condutas homofóbicas e atos discriminatórios como o em questão”.


Postar um comentário

0 Comentários