Em Aparecida de Goiânia taxa do lixo gera mais de R$ 21 milhões em arrecadação



 Segundo dados da Secretaria Municipal da Fazenda de Aparecida de Goiânia, a receita específica para a coleta e tratamento dos resíduos sólidos no ano de 2020 de R$ 21,3 milhões. Já o gasto foi de R$ 21,5 milhões.

A verba é utilizada para a coleta, processamento e descarte de resíduos sólidos. De acordo com a prefeitura da cidade, a taxa é cobrada anualmente no boleto de IPTU e ITU, com valores de R$ 168,55 para imóveis edificados e R$ 84,27 para não edificados.

De acordo com os cálculos da prefeitura, cada imóvel contribui por dia com R$ 0,46 por dia, mas o que não é o suficiente para coleta, manejo e tratamento dos resíduos sólidos da cidade.

A Taxa de Serviços Urbanos (TSU) é a taxa devida ao município pela prestação dos serviços de coleta, remoção e depósito de lixo; varrição de vias e logradouros públicos; e limpeza de galerias pluviais, bueiros ou bocas de lobos. A referida taxa é cobrada e lançada junto com o IPTU/ITU e refere-se aos serviços prestados no ano anterior.

Postar um comentário

0 Comentários