Ministro do STF manda investigar ministro da Justiça por campanha eleitoral antecipada

 



O ministro da Justiça, Anderson Torres, está sendo investigado a pedido de Alexandre de Moraes, através de solicitação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por campanha eleitoral antecipada. O motivo é a participação na transmissão ao vivo realizada pelo presidente Jair Bolsonaro onde indícios da fragilidade do sistema eleitoral foram mostrados.

O ministro da Justiça participou da transmissão junto com o presidente da República e reforçou os argumentos para a discussão sobre o voto eletrônico trazidos por Jair Bolsonaro. A alegação é que Anderson Torres quis “ganhar visibilidade” ao participar da live.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro participou do Boletim da Manhã desta sexta-feira (12) e comentou, junto com os analistas e jornalistas do Terça Livre, sobre a ação contra o ministro da Justiça.


Com Terça Livre 

Postar um comentário

0 Comentários