OPERAÇÃO CAVALO DE TROIA PRENDE 15 MOTORISTAS DE CAMINHÃO POR DESVIO ĎE CARGAS



Ação foi desencadeada por força-tarefa entre PRF, Polícia Civil e PM de Goiás_


A força-tarefa composta pela polícia civil, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (Decar), PRF e PMGO deflagrou, na última quarta-feira (11), a Operação Cavalo de Troia para prender 15 motoristas profissionais por estelionato, receptação e associação criminosa. 


As investigações apontaram que os motoristas agiam de modo semelhante para desviar cargas e entregar a receptadores fazendo parecer que foram vítimas de assaltos nas rodovias. O grupo atuava nos estados de SP, MG e GO e, já nas primeiras diligências, em junho de 2020, os policiais constataram que 100% dos registros de roubos eram falsos. Tratavam-se, na verdade, da modalidade criminosa de estelionato, com a participação direta do motorista transportador.



Os motoristas utilizavam uma conhecida plataforma digital de contratação de frete para atrair suas vítimas, todas empresários ligados ao ramo de transportes, vendas de aço e armazenagem de grãos, que procuravam o menor preço. Após realizarem o carregamento, os criminosos desviavam a carga, entregando a receptadores previamente estabelecidos.



Em um ano de investigações, a força-tarefa apurou que os prejuízos causados pela organização criminosa se aproximam dos R$ 30 milhões, em 32 cargas desviadas. Das 15 prisões realizadas, 10 foram preventivas e cinco em flagrante. Um motorista e seu comparsa foram presos em Goiânia ontem (11), após o embarque de uma carga. A polícia ainda procura outros cinco investigados, que são considerados foragidos.