Trio se torna réu por estupro coletivo e morte de adolescente que teve partes íntimas queimadas



Três acusados se tornaram réu na quinta-feira (12) pelo estupro coletivo e assassinato de uma adolescente de 16 anos durante uma festa em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. A vítima teve as partes íntimas queimadas e o corpo abandonado na Serra das Areias. Os acusados estão presos. Giovana Kelly Vieira Almeida foi morta na madrugada do dia 14 de abril deste ano.


 Segundo a denúncia do Ministério Público, ela foi à casa de Dionathan Warley Junio dos Santos para uma festa onde estavam os outros dois acusados, Diony Alves de Albuquerque e Igor Matheus Costa Rodrigues. Ela teria combinado com os jovens que levaria outras amigas para se relacionarem com eles. Porém, de acordo com as investigações, como ela acabou indo sozinha, os três se uniram para estuprá-la. Em seguida, decidiram matar a adolescente estrangulada.

Postar um comentário

0 Comentários