Reino Unido aumenta exigência de passaporte sanitário



 O primeiro-ministro do Reino UnidoBoris Johnson, anunciou nesta quarta-feira, 8, novas medidas restritivas para tentar evitar uma nova onda da Covid-19 na região da Europa. O movimento, chamado “Plano B”, vai retomar o teletrabalho, estender a abrangência do passaporte sanitário – que passará a ser cobrado em qualquer lugar fechado que tenha a presença de mais de 500 pessoas e qualquer evento aberto com mais de 4 mil pessoas – e aumentar a obrigatoriedade do uso da máscara em locais como parques e teatros a partir da sexta-feira, 10. “Empregadores devem usar o resto da semana para discutir os arranjos de trabalho com seus funcionários, mas, a partir da segunda-feira, se você puder, deve trabalhar de casa”, pontuou Johnson em coletiva de imprensa realizada em Downing Street.

O tom da coletiva anunciando o reforço das medidas sanitárias foi de preocupação e especialistas da área da saúde mostraram gráficos registrando a alta de casos na África do Sul diante da variante Ômicron. O país, porém, tem baixa taxa de vacinação se comparada à nação europeia. Testes diários serão adotados para aqueles que tiverem contatos com pessoas infectadas e a necessidade da população receber a dose de reforço da vacina foi ressaltada pelo primeiro-ministro. 

Postar um comentário

0 Comentários