Bolsonaro visita áreas afetadas pelas chuvas em São Paulo

 



Segundo ele, o governo federal vai prestar apoio às cidades prejudicadas. “Já entrei em contato com o presidente da Ceagesp para colaborar com a doação de alimentos. Tudo isso está sendo feito para nós darmos a devida atenção à população. Os municípios atingidos podem declarar estado de calamidade e entrar em contato com o próprio Rogério Marinho para que em prazo rápido possamos liberar o FGTS”, disse o mandatário.

Até o momento, dos R$ 15 milhões destinados pelo governo de São Paulo, R$ 5 milhões foram para Franco da Rocha, um dos municípios mais atingidos. Na cidade, as operações de busca por desaparecidos já completam mais de 48 horas no Parque Paulista, onde um deslizamento de terra atingiu várias casas e a comunidade segue bastante abalada com a tragédia.  O motorista de aplicativo Rodrigo Nodari cresceu no bairro e não consegue acreditar no que aconteceu. “É triste, a gente nunca espera ver na televisão e pensamos que nunca vai acontecer. É triste”, afirmou. O secretário de segurança pública de São Paulo, general João Camilo Pires de Campos, vistoriou a área do acidente. Ele ressaltou o trabalho das forças de segurança e também dos voluntários.




Postar um comentário

0 Comentários