Em Goiânia ; Número 3 de facção criminosa amazonense morre em confronto com a PM

 



Um condenado que estava foragido da justiça do Amazonas há quase 10 anos morreu após trocar tiros com militares do Batalhão de Choque em Goiânia. Segundo a polícia, o criminoso era o número três na hierarquia da perigosa e temida facção criminosa Família do Norte (FDN).

As informações são do Jornal Diário da Manhã,Condenado a 34 anos e oito meses de prisão em Manaus por estupro, homicídio, e sequestro seguido de morte, Alexssandro Alves da Costa, 41, estaria morando em Goiânia desde o final do ano passado. Em março de 2013, ele e outros 41 presos conseguiram fugir, por um túnel, do Complexo Penitenciário Anísio Jobim, que fica na capital do Amazonas. Desde então, ele vinha sendo procurado pelas polícias de vários estados.

No início desta semana, o Batalhão de Choque recebeu uma denúncia anônima informando que um perigoso foragido da justiça estaria vendendo drogas no Setor Pedro Ludovico. Após levantamento feito pelo Serviço de Inteligência da corporação (PM-2), duas equipes do Choque foram até a residência.

Recebidos a  tiros , os policiais revidaram, e feriram o procurado , posteriormente identificado como sendo Alexssandro Costa. 

Além da arma de fogo, os militares encontraram, dentro da casa onde ele estava, seis peças de skunk, droga conhecida como “super maconha”. Devido ao alto poder alucinógeno, cada quilo desta droga, que é modificada em laboratório após o cultivo, a PM, é comercializado, em média, por R$ 20 mil.

Postar um comentário

0 Comentários