Prefeitura do Rio irá rastrear crianças não vacinadas em escolas

 


Com a baixa cobertura vacinal em crianças de 7 a 11 anos, a Prefeitura do Rio decidiu fazer uma busca nas escolas por essas crianças que ainda não se vacinaram.

“A partir da semana que vem, a gente começa uma busca com as crianças que já voltaram a estudar. Vamos distribuir uma ficha para os pais preencherem sobre a situação vacinal da criança, e a gente vai agendar a aplicação na própria escola, com a autorização dos pais”, explicou o secretário municipal de saúde, Daniel Soranz, em entrevista ao Bom Dia Rio desta sexta-feira (4).

Até esta quinta-feira (3), apenas 29% das crianças de 5 a 11 anos foram tomar a primeira dose. Os dados são do Painel Covid.

“É um processo de educação dos pais, das crianças, sobre a importância da vacina. Os professores vão estar orientando as famílias, e as equipes de saúde, com os formulários de autorização nas mãos, vão realizar a aplicação da vacina”, detalhou Soranz.

A busca prosseguirá por todo o mês de fevereiro e não ficará restrita à rede municipal. “A gente vai fazer este mesmo processo com algumas escolas privadas e com as escolas estaduais também. Com as federais, a gente ainda está em processo de discussão”, contou.

Postar um comentário

0 Comentários