O deputado ucraniano pró-Rússia, do partido Oposição pela Vida, Nestor Shufrych e o jornalista Yuri Butusov saíram no tapa na última sexta-feira, 18, durante a transmissão ao vivo do programa ‘Liberdade de Expressão’, de Savik Shuster. Este é um dos programas políticos mais populares da Ucrânia. A agressão ocorreu após Shufrych se recusar a condenar Vladimir Putin ao ser questionado se o político poderia ser considerado um “assassino e criminoso”. O político respondeu: “Deixe as autoridades ucranianas lidarem com isso”, disse. Ele também afirmou que nunca chamaria Putin de “assassino” porque um dia ele “pode ter que negociar com ele”. O ex-presidente Poroshenko brincou sobre a resposta dizendo: “Há um agente russo aqui no estúdio”. 

Nisso, Yuri Butusov se levantou e acertou Shufrych no rosto, derrubando-o da cadeira. Apesar dos outros convidados do talk show, como o ex-primeiro-ministro ucraniano Arseny Yatsenyuk, o ex-presidente Petro Poroshenko e o ex-chefe do conselho de segurança, Oleksandr Danyluk, tentarem separá-los, sem sucesso, a luta durou pouco mais de um minuto. A dupla acabou sendo retirada do estúdio e retornou pouco depois com ferimentos no rosto. Na volta, Shufrych ainda insultou o jornalista: