Ataques russos na cidade portuária de Mariupol, no sul da Ucrânia, feriram gravemente várias pessoas.

Em meio a pesados ​​bombardeios russos, mulheres em uma maternidade foram forçadas a ficar no abrigo antiaéreo improvisado no porão.

Mariupol, um centro industrial, é visto como um alvo chave para as forças russas por seu valor econômico e sua localização, o que ajudaria a Rússia a estabelecer um corredor terrestre entre a Crimeia e o continente.