Moraes revoga decisão e libera Telegram no Brasil

Veja

6/recent/ticker-posts

Moraes revoga decisão e libera Telegram no Brasil

 

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), revogou, neste domingo, 20, a decisão que suspendeu o Telegram em todo o Brasil. De acordo com o magistrado, a empresa cumpriu todas as ordens judiciais que estavam pendentes dentro do prazo estipulado – na tarde do sábado, 19, Moraes deu um prazo de 24 horas, a partir das 16h44,  para que o aplicativo de mensagens cumprisse algumas medidas, como informar as providências adotadas para o combate da desinformação, a exclusão de uma publicação do canal oficial presidente 


Jair Bolsonaro que colocava em xeque a segurança das urnas eletrônicas, a indicação de um representante formal da plataforma no Brasil e o bloqueio do canal @claudiolessajornalista. “Considerado o atendimento integral das decisões proferidas em 17/3/2022 e 19/3/2022, revogo a decisão de completa e integral suspensão do funcionamento do Telegram no Brasil, proferida em 17/3/2022, devendo ser intimado, inclusive por meios digitais – , o Presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL), Wilson Diniz Wellisch, para que adote imediatamente todas as providências necessárias para a revogação da medida, comunicando-se essa Corte, no máximo em 24 (vinte e quatro) horas”, escreveu o ministro.

Secretário de Macapá visita Goiânia para conhecer projeto Cata-Treco

Avião com 132 pessoas cai na China

Cantor Gusttavo Lima é ameaçado de morte no TocantinsPolicia prende autor de estupro a uma senhora de 93 anos no Jardim Nova EsperançaHomem tenta matar ex-patrão com golpes de machado

Duas apostas dividem prêmio de R$ 189,3 milhões da Mega-SenaEx-vereador é preso por homicídio de assessorFilho do deputado Bruno Peixoto desiste do cargo no TCM

Postar um comentário

0 Comentários