Sabrina Garcez convida setor cultural para debater a ocupação do antigo prédio da Alego

Veja

6/recent/ticker-posts

Sabrina Garcez convida setor cultural para debater a ocupação do antigo prédio da Alego

 


Nomes e entidades de peso da cultura goianiense participaram da Audiência Pública, como a Secretaria Municipal de Cultura, Ordem e Sindicato dos Músicos, Instituto Histórico e Geográfico, Associação Goiana de Imprensa, Instituto Rizzo, Orquestra Sinfônica de Goiânia, Orquestra Filarmônica de Goiás, Instituto Gustav Ritter, Conselho Regional de Arquitetura e Urbanismo, Conselho Regional de Arquitetura, Associação Brasileira de Festivais Independentes e Comissão Goiana do Folclore

Sabrina Garcez pediu nesta sexta-feira (18/3) a artistas, produtores e entidades do setor, uma mobilização nas próximas semanas para sedimentar a entrega do antigo prédio da Assembleia Legislativa para a cultura goianiense.

Na Audiência Pública realizada no auditório do Colégio Ateneu Dom Bosco, que contou com a participação em peso de representantes importantes do setor cultural, Sabrina observou que, além do desafio de confirmar essa entrega, é preciso fazer o Palácio da Cultura funcionar.

O secretário municipal de Cultura, Zander Fábio, revelou a intenção de levar para o prédio todas as instituições da Cultura, unificando-as, inclusive possibilitando economia de cerca de R$ 300 mil mensais. Já o presidente do Instituto Histórico e Geográfico, Jales Guedes, parabenizou a destinação da Alego para o Espaço Cultural, evidenciando seu anseio para que a destinação seja concretizada.

Representante do Conselho Regional de Arquitetura e Urbanismo- Seção Goiás, Antônio de Pádua observou que a entidade classista apoia que todos os prédios abandonados em Goiânia sejam reconstruídos e revitalizados para dar uma nova feição ao município. Por sua vez, a conselheira do Conselho de Arquitetura e Urbanismo/GO, Ana Carolina, disse que é necessário readequar o prédio da Alego para atender a funcionalidade para a cultura e que o Cau se disponibiliza em participar desse projeto. João Novaes, diretor executivo do Instituto Rizzo, propôs para o dia 30/3 um abraço coletivo e simbólico para celebrar, no local, a destinação da Alego para a cultura.

O prefeito Rogério Cruz anunciou esta semana que, o local onde por 60 anos funcionou o parlamento Goiano, será transformado em Palácio da Cultura. Várias outras entidades e órgãos públicos também reivindicam o valioso endereço ao lado do Bosque dos Buritis.

Projetado por Eurico Calixto de Godoi e Elder Rocha Lima, o antigo edifício da Alego é um ícone da arquitetura moderna brasileira. Pode ganhar valor e significado ainda maiores abrigando e oferecendo cultura ao goianiense, na opinião de Sabrina. Há mais de um ano, a parlamentar luta para concretizar essa proposta.


Postar um comentário

0 Comentários