Lula e Bolsonaro criticam Petrobras por novo reajuste do diesel

 


Após a Petrobras anunciar um lucro de R$ 44,5 bilhões no primeiro trimestre do ano, a expectativa entre os analistas do setor é por um novo reajuste no diesel. O último aumento, que foi de 25%, aconteceu faz quase dois meses, mas desde então o preço ficou defasado com relação ao mercado internacional. Diante da perspectiva, o presidente Jair Bolsonaro já havia chamado os ganhos da estatal de “estupro”. No final de semana, o mandatário pediu que a empresa não aprove novos reajustes.

No lançamento da pré-candidatura, o ex-presidente Lula (PT) culpou a Lava jato e os governos de Bolsonaro e Michel Temer pelos aumentos nos combustíveis. Segundo o petista, manter o controle da estatal é questão de soberania.

Postar um comentário

0 Comentários