homem é preso após aplicar golpe com suposta adoção de crianças ucranianas

 Acusado se dizia ser da Rede Globo que cobriria a guerra entre a Rússia


A Polícia Civil do Estado de Goiás, por intermédio do Grupo de Repressão a Estelionatos e outras Fraudes da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (GREF/DEIC), e com apoio operacional dos policiais civis da Divisão de Repressão ao Crime Organizado da Polícia Civil do Estado do Pará, deflagrou, na última quarta-feira (15), a operação Órfãos da Guerra. 

 No final do mês de abril deste ano, uma mulher residente em uma cidade do interior de Goiás procurou o GREF/DEIC e noticiou que um homem, após se aproximar da família, soube que ela tinha interesse em ter um outro filho. 


 O suspeito, então, afirmou ser poliglota e, por isso, iria integrar uma equipe da Rede Globo que cobriria a guerra entre a Rússia e a Ucrânia, citando, inclusive, o nome de alguns dos integrantes do grupo. Disse, ainda, que estava hospedado numa cidade situada na Polônia e que havia constatado que alguns repórteres da emissora estavam adotando crianças órfãs em decorrência do conflito bélico, encaminhando para a vítima imagens de crianças com as características físicas de bebês europeus. 

 A vítima, acreditando nos fatos, fez a transferência dos valores citados. Além disso, vendeu outros pertences para a decoração do quarto do filho e, inclusive, apresentou sintomas de gravidez psicológica.

Postar um comentário

0 Comentários