Luan Matos Pereira, de 31 anos, foi morto e o irmão gêmeo dele, Lucas Matos Pereira, ficou ferido durante um evento em Abadiânia, no Entorno do Distrito Federal. 

A prefeitura da cidade lamentou o ocorrido e registrou que o sobrevivente foi encaminhado ao Hospital de Urgências de Anápolis (Huana) por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).