Deputada Tabata Amaral chama Eduardo Bolsonaro de “frouxo” e “covarde”
Deputada Tabata Amaral chama Eduardo Bolsonaro de “frouxo” e “covarde” 

A confusão começou quando o PL abriu inscrições para a convenção que acontecerá neste domingo (24), no Rio de Janeiro, com entradas gratuitas. 

Opositores do presidente Jair Bolsonaro se organizaram para esvaziar o evento e começaram a reservar ingressos,  sem  intenção de comparecer.

Ao ver a movimentação nas redes sociais, Tabata compartilhou uma publicação e incentivou a ação. Eduardo Bolsonaro, filho do presidente, questionou o post e afirmou que vai entrar com uma representação no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados.

Eduardo Bolsonaro a acusou de trapaça ao incentivar um boicote à convenção que vai oficializar a candidatura de Jair Bolsonaro à reeleição para o cargo de presidente. Tabata, porém, defendeu que estava realizando uma manifestação política pacífica.

“Rapaz, pegou ar, heim? Primeiro, que esse covarde, esse frouxo, não aguentaria um dia na minha pele. Isso aqui, meu filho, se chama manifestação pacífica, é o direito de cada cidadão de se inscrever num evento e não comparecer. E ó, não apaguei o post porque fiquei com medo, o faria 20 mil vezes”, disse a deputada do PSB.

Veja também 

Varíola dos macacos: OMS declara emergência internacional de saúde 

Mais de 30 celulares são encontrados em presídios 

DNA em copo de café leva a prisão de assassino 46 anos após o crime