O despachante João Batista Silva, de 52 anos, foi preso por importunação sexual, na quarta-feira (20), suspeito de mostrar o órgão genital para funcionárias de um cartório na Avenida T-9, em Goiânia. Ele foi levado para a Delegacia de Atendimento Especializado à Mulher (Deam), que investiga o caso.

Os sargentos Frederico Cardoso e Ricardo Ferreira e o soldado Jonathan Barbosa das Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam) realizaram a prisão do suspeito após receberem pedido de socorro das funcionárias.


Após identificar a placa da moto usada pelo suspeito, os policiais militares conseguiram fazer a identificação. Em dias de folga, eles se alternaram em campana para esperar o homem parar na praça novamente. Dias depois, o suspeito voltou ao local e mostrou o órgão genital para as funcionárias do cartório, que fica em frente à praça. 

Assim que ele foi identificado, os policiais fizeram a prisão em flagrante.