Queven Silva e Silva, de 26 anos, preso por matar a ex-mulher Sarah Jersey, de 24 anos, na ,madrugada de terça-feira (26), com pelo menos 16 tiros no apartamento onde ela morava, no bairro de Fátima, não mostrou arrependimento ao confessar o crime na delegacia.

O criminoso disse ainda que, após o crime, jogou a arma no valão do Rio Comprido. Ele possui 47 passagens pela polícia, por crimes homicídio, roubo e tráfico, e mandados de prisão em aberto.