Um pastor acusado de abusar sexualmente da própria filha, de 16 anos, foi preso por policiais civis, neste sábado (30), em Sepetiba, na Zona Oeste do Rio. 

Em depoimento, uma testemunha ligada à vítima disse à polícia que a vítima contou que, em 19 de julho de 2020, o pai a teria chamado para dar aulas de direção. 

Ainda segundo a testemunha, o homem pediu para que a própria filha lhe fizesse sexo oral e com medo de que pudesse ser agredida pelo pai, a jovem acabou fazendo.

Segundo a investigação, o homem estava foragido e foi encontrado dentro de uma igreja. Contra o pastor havia um mandado de prisão, que foi cumprido por agentes da 43ª Delegacia (Guaratiba). Ele irá responder pelo crime de estupro de vulnerável.