Prefeitura de Goiânia atua forte em prevenção ao suicídio no Setembro Amarelo

 


Com objetivo de intensificar os debates em torno da conscientização e prevenção do suicídio, a Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), tem promovido, durante o mês de setembro, ações nas 90 Unidades de Saúde da Família (USFs), bem como nas unidades da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), em alusão ao Setembro Amarelo. As atividades visam alertar sobre a importância de identificar pessoas em sofrimento psíquico e que precisam de ajuda.

Durante todo o ano, a SMS, por intermédio das equipes da Rede de Atenção Psicossocial, incentiva atividades de prevenção, promoção e recuperação da saúde mental, a partir da conscientização e alerta sobre as tentativas de suicídio. E, no Setembro Amarelo, essas ações são reforçadas com temáticas abordadas de diferentes formas nas unidades de saúde do município.

Rodas de conversas, palestras, orientações aos pais e familiares, atendimentos virtuais, exposição de desenhos realizados em momentos de atendimentos, varal de poesia e agendamento de consultas estão entre as atividades reforçadas durante o mês de setembro.

Atendimento na RAPS
Goiânia disponibiliza atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para pessoas em sofrimento psíquico por meio dos serviços da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), composta pelos seguintes locais:

  • 12 Centros de Atenção Psicossocial, sendo: 5 Caps II (Beija-Flor, Vida, Esperança, Oeste e Liberdade), 3 Caps III (Novo Mundo, Ipê e Noroeste), 3 Caps Infanto Juvenil (Girassol, Água Viva e Cativar);
  • 01 Pronto Socorro Psiquiátrico Wassily Chuc;
  • 01 Ambulatório Municipal de Psiquiatria;
  • 01 Centro de Convivência Cuca Fresca;
  • 02 Associações de Trabalho e Produção Solidária da Saúde Mental (Gerarte)

Postar um comentário

0 Comentários