Jogador Brasileiro relata momentos de pânico em estadio na Indonésia

Jogador Brasileiro relata momentos de pânico em estadio  na Indonésia


O goleiro brasileiro. Maringá, de 32 anos e com passagens por Gama e Mogi Mirim, falou ao ge sobre os momentos de pânico que viveu no local. 

 Ele contou que o fim de jogo caminhava para a normalidade, com o time cumprimentando os torcedores mesmo após a derrota por 3 a 2 no clássico contra o Persebaya Surabaya. Até o momento em que percebeu um grupo avançando em sua direção. 

Goleiro Maringá está em sua segunda temporada no Arema — Foto: Reprodução/Instagram
Goleiro Maringá está em sua segunda temporada no Arema — Foto: Reprodução/Instagram



 "Ninguém sabia dizer nada, pediam calma. Pessoas chorando e só sabíamos os números de mortos. "Faleceram 50, 60". Pensei que ia virar uma guerra sem fim e ia atingir a nós lá dentro. Veio exército, blindados e a guerra campal continuava. Depois as coisas foram se acalmando, conseguimos sair do estádio umas 4 horas da manhã. Quando saímos vimos o desastre no campo, fora do campo. Lamentável, nunca tinha presenciado uma coisa dessas na minha vida."