Prefeitura de Goiânia lança adesão ao Sistema Nacional de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica, nesta quinta-feira (19/01)

 


O projeto da Nota Fiscal de Serviço Eletrônica conta com assinaturas da Receita Federal, Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e da Associação Brasileira das Secretarias de Finanças das Capitais (ABRASF).

Mudanças
Atualmente, cada município brasileiro conta com a própria Nota Fiscal de Serviço Eletrônica. Por isso, as informações ficam descentralizadas, o que torna difícil acompanhar as legislações e as notas que percorrem o país.

Com o sistema nacional, qualquer pessoa do Brasil poderá emitir sua nota. Todos os documentos fiscais digitais serão cadastrados para que todos os municípios envolvidos na operação, como o local do prestador, do tomador e da prestação do serviço, tenham acesso.

Goiânia
A capital de Goiás figura entre as principais do Centro-Oeste com a melhor arrecadação do ISSQN. Em 2022, o Imposto Sobre Serviços teve, até o momento – uma vez que os técnicos ainda estão em fechamento do exercício, a arrecadação de R$ 983.607.536,20. Em 2021, a realização foi de R$ 871.540.209,80.

Postar um comentário

0 Comentários