Veja

6/recent/ticker-posts

 


veja aprovação da CoronaVac e vacina de Oxford



A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou neste domingo, 17, o uso emergencial de duas vacinas contra a Covid-19: a CoronaVac, fabricada no Brasil pelo Instituto Butantan, e a de Oxford, desenvolvida pela universidade inglesa em parceria com o laboratório AstraZeneca e produzida no país pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Até agora, foram três votos a favor mas, como a decisão é feita por maioria simples, este número já é suficiente para a liberação. 

O placar final só será divulgado no final da reunião, que começou às 10h. 

Durante a avaliação, transmitida online pela Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), a diretoria colegiada da Anvisa analisou os pareceres enviados por três áreas técnicas da autarquia (registro de medicamentos, certificação de boas práticas de fabricação e farmacovigilância de medicamentos, que é o monitoramento do produto no mercado). Com a decisão, o governo federal poderá, enfim, começar a vacinação. 

 Até o momento, votaram a favor a relatora dos pedidos para uso emergencial e diretora da Anvisa, Meiruze Freitas; o diretor substituto da Anvisa, Romison Mota; e o diretor da agência reguladora, Alex Campos.

Postar um comentário

0 Comentários