Veja

6/recent/ticker-posts

 


Jean Wyllys diz que volta para o Brasil quando Bolsonaro estiver derrotado



 Fora do país desde 2019, o ativista e ex-deputado de esquerda Jean Wyllys (PT) disse hoje que só considera voltar para o Brasil quando o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) estiver “derrotado de vez”. “Não há segurança para mim ou para minha família”, afirmou ele ao participar do UOL Entrevista, conduzido pela apresentadora Fabíola Cidral e pelos colunistas Leonardo Sakamoto e Maria Carolina Trevisan.

”Embora esteja naufragando, o governo ainda tem uma base radicalizada, então é capaz de fazer muita coisa. Volto quando vencermos de vez essas forças políticas de destruição que emergiram com força em 2018,” diz Wyllys.

Conhecido por ter vencido o BBB e militar pela causa LGBT, o ex-deputado afirmou ter sido vítima, nas eleições de 2018, de um processo programado de disseminação de informações falsas.

“A desinformação programada é um novo modelo de desinformação política abraçado pela extrema-direita em todo mundo. No Brasil, fui a cobaia da desinformação política e construção do inimigo público”, afirmou.

Na entrevista, o ex-deputado relembrou o episódio em que cuspiu no então deputado e agora presidente Jair Bolsonaro.

”Claro que faria novamente naquelas circunstâncias. Esse gesto ganha significado maior e é mais compreendido hoje do que naquele momento. Só lembro que cometi esse ato porque tem imagens, entrei em um tipo de transe.”

Com Folha da republica 

Postar um comentário

0 Comentários