Veja

6/recent/ticker-posts

Para presidente do TSE, “defunto” do voto impresso foi enterrado



 O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, afirmou nesta segunda-feira que finalmente o defunto foi enterrado após se referir a uma série de eventos que levaram ao arrefecimento das discussões sobre a adoção do voto impresso para as urnas eletrônicas.

“Tenho a impressão que, depois que a Câmara dos Deputados votou, o presidente do Senado disse que não reabriria a matéria e que agora o próprio presidente da República disse que confia no voto eletrônico, acho que finalmente esse defunto foi enterrado”, disse ele, em entrevista a jornalistas no TSE.

Nesta segunda, na inauguração do ciclo de transparência, representantes dos partidos puderam acompanhar no TSE a etapa de código-fonte, conjunto de linhas de programação do software da urna eletrônica para que ela funcione.

O presidente do tribunal disse que a corte está muito empenhada em prover para a sociedade brasileira “eleições limpas, seguras e auditáveis”, destacando que o país está no maior período de estabilidade democrática, 33 anos desde a promulgação da Constituição de 1988.

Postar um comentário

0 Comentários