Veja

6/recent/ticker-posts

 


Em Dubai, Michel Temer pede investimento externo ao Brasil

 



O ex-presidente Michel Temer discursou durante uma missão empresarial da Confederação Nacional da Indústria (CNI) nos Emirados Árabes, da qual participa. Ele começou o discurso falando da grande produção agrícola brasileira, que impulsiona a indústria por estar cada vez mais mecanizada. 

O ex-presidente mencionou a necessidade de fortalecer as relações internacionais do Brasil, com o objetivo de atrair investimentos. “Eu sou muito franco em dizer que, nos dias atuais, o Brasil não tem tanto dinheiro para aplicar em infraestrutura. Mas a infraestrutura é fundamental, aplicação em obras, porque gera emprego. 

A iniciativa privada, por sua vez, no Brasil, teve uma certa queda. Eu sou obrigado dizer isso. Então, é fundamental que nós tenhamos investimentos estrangeiros no nosso país coligados com os investimentos nacionais”, pontuou. Temer garantiu que o Brasil tem grande capacidade de recuperação e citou dados do período em que esteve na presidência. 

“Ao assumir o governo da República Federativa do Brasil, nós tínhamos um Produto Interno Bruto (PIB), em maio de 2016, negativo em quase 4%, um ano e três meses depois nós tínhamos um PIB positivo de 1,3%”, 

ressaltou. Michel Temer creditou a melhora a reformas promovidas por ele e citou, inclusive, a criação do teto de gastos. 

“Em face das reformas que fizemos no nosso país, como o teto de gastos, como a reforma trabalhista, uma reforma no Ensino Médio, como a recuperação das estatais, que permitiu, naquele momento, a queda da inflação e a queda dos juros da taxa Selic. E foi num prazo de um ano e três meses que isso aconteceu”. 

A missão empresarial da qual Temer participada é formada por mais de 300 nomes de lideranças empresariais, que tenta prospectar oportunidades de negócios.

Postar um comentário

0 Comentários