A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Administração (Semad), abre nesta sexta-feira (15/07) edital de licitação na modalidade pregão eletrônico para contratar empresa especializada em serviços técnicos na área de gestão de recursos humanos mediante locação.A sessão será às 9 horas e será declarada vencedora a empresa que oferecer o lance com menor preço, abaixo da estimativa para a execução dos serviços.

O contrato terá a duração de um ano, e a empresa terá que implantar o novo sistema, além de oferecer treinamento, suporte técnico e manutenção em todas as secretarias, autarquias e fundos da administração municipal.

Para participar do pregão é necessário o cadastro no portal de compras do Governo Federal: www.gov.br/compras e seguir os critérios contidos no edital já disponível: https://www10.goiania.go.gov.br/publicweb/.

Entre as exigências no processo licitatório está a experiência com o uso de ERP (Enterprise Resource Planning), software de gestão que automatiza dados manuais, armazena, unifica e integra todos os sistemas de forma inteligente.

O objetivo da Semad é substituir o atual sistema, Complete, que utiliza uma linguagem chamada de “Cobol” (Common Business Oriented Language), uma das mais antigas do universo da programação dos computadores, criada em 1958 e que já está em desuso em boa parte do mundo.

Com isso, os sistemas disponíveis para a Semad não podem ser atualizados, modificados ou atender a demandas existentes devido às suas linguagens e formatos, o que tornou o serviço dispendioso, manual e suscetível a erros. Além de não atender a critérios exigidos para o controle de órgãos externos, como o Colare, sistema utilizado pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), E-social do Governo Federal e até mesmo internos, como a Controladoria Geral do Município (CGM).

Como os gastos e o tempo para se criar um sistema específico para gerenciar os dados dos servidores municipais, que hoje são cerca de 45 mil, seriam maiores, a estratégia adotada foi a locação dos serviços por atingir empresas com experiência e que já possuem tecnologia.

O sistema viabilizará de forma eficiente toda a gestão de recursos humanos do município e irá atingir toda a parte de seleção, avaliação e recrutamento de servidores.

De acordo com o secretário municipal de Administração, Eduardo Merlin, o novo sistema permitirá a obtenção rápida de informações confiáveis. “Isso dará mais autonomia para que todos os órgãos da prefeitura possam gerir a vida funcional dos servidores, e possibilitará, futuramente, entregarmos documentos aos órgãos de controle em tempo real”, destaca.

Para a superintendente de Gestão de Pessoas e Folha de Pagamento, Graziela Pereira, a principal vantagem está na rapidez para a solução dos problemas. “Como teremos um software integrado e com o suporte técnico disponível, ficará mais fácil e rápido solucionarmos problemas, e os custos serão menores, já que teremos uma plataforma que é integrada a outras”, comenta.