Veja

6/recent/ticker-posts

 


Turista de 71 anos morre na frente do filho ao ser pisoteado por elefante

 


A  Agência de Gestão de Parques do Zimbábue anunciou nesta quinta-feira, 15, que um turista idoso da África do Sul morreu após ser pisoteado por um elefante fêmea no Parque Nacional de Mana Pools. De acordo com o porta-voz da agência, o homem, identificado como Michael Walsh, fazia uma caminhada matinal ao lado do filho, um homem de 41 anos. Os dois estavam a cerca de 40 metros de distância do carro quando foram alcançados por uma fêmea. O filho de Walsh conseguiu buscar abrigo, mas ele, um veterinário que visitava o local desde a década de 1980, não pôde fugir. “Por causa da idade dele, infelizmente, ele não conseguiu correr até o veículo. O filho dele viu o próprio pai ser morto pelo elefante”, afirmou em pronunciamento à mídia internacional o porta-voz da agência, Tinashe Farawo.

“Estamos extremamente preocupados porque duas pessoas foram mortas em apenas uma semana”, afirmou o porta-voz, se referindo a outro acidente envolvendo um elefante na região de Victoria Falls, também no Zimbábue, no último domingo, 10. Na ocasião, um ativista anti-caça foi pisoteado após ser arrastado ao longo de 120 metros. O país africano tem uma população estimada de 85 mil elefantes. Junto ao vizinho Botswana, ele soma 130 mil bichos da espécie e tem a maior população do mundo. Os dois países tentam receber autorização internacional para comercializar o marfim apreendido ao longo de anos com caçadores e tentar, assim, melhorar a estrutura de acolhimento e preservação dos animais.

Postar um comentário

0 Comentários