PMs viram réus por morte de três funcionários de fazenda

Veja

6/recent/ticker-posts

PMs viram réus por morte de três funcionários de fazenda

 


A Justiça de Goiás aceitou a denúncia realizada contra os policiais militares envolvidos na ação que deixou três trabalhadores rurais mortos em uma fazenda de Cristalina, no Entorno do Distrito Federal. 

De acordo com o Ministério Público de Goiás (MPGO), os agentes Bruno Martins Barros, Angelo Máximo Morais Lacerda e Reginaldo Matos Lima vão responder por homicídio dupla e triplamente qualificados. Todos os três policiais são lotados no 3º Pelotão da Segunda Companhia de Patrulha Rural irão responder pelo processo. 

 A denúncia foi recebida pelo Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) no dia 25 de abril, mas só foi divulgada pelo Ministério Público nesta quarta-feira (11). Conforme a decisão que aceitou a denúncia do órgão, os policiais devem responder pelos seguintes crimes: 

 Ao receber a decisão, o MP explica que o juiz determinou: 


 suspensão das atividades públicas policiais dos acusados; 

suspensão da pode e do porte de armas de fogo corporativas; 

suspensão da aquisição, posse e porte de armas de fogo pessoais.

Postar um comentário

0 Comentários