Um homem foi indiciado na terça-feira (12) pela Polícia Civil por matar a esposa e o filho, de 2 anos, e simular um incêndio acidental em casa para esconder o crime, em São Domingos, nordeste do estado. Marcelo Alves da Silva disse na época que houve um curto-circuito durante a recarga de um celular, mas a perícia encontrou uma lâmina no corpo da mulher. Ele foi preso dias após o assassinato.

As vítimas, Eliete Carvalho de Jesus, de 30 anos, e o filho, Davi Carvalho da Silva, foram encontradas carbonizadas no dia 21 de maio. Vizinhos perceberam o fogo na casa da família e apagaram as chamas, mas mãe e filho já estavam mortos.