Justiça do Rio determina que Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo terão que devolver R$ 10 milhões aos cofres públicos

 


O Tribunal de Justiça do Rio determinou nesta quarta-feira (6), que Sérgio Cabral e a ex-primeira dama Adriana Ancelmo deverão devolver R$ 10 milhões aos cofres públicos do estado. A decisão foi da 8ª Câmara Criminal de Justiça. O valor ainda sofrerá atualização monetária e juros de mora de um por cento ao mês contados desde abril de 2014.

Os dois foram condenados no ano passado pelo crime de peculato pelo uso particular de helicópteros do Governo do Estado para transporte de familiares, funcionários, políticos e amigos.

Em nota, a defesa de Cabral informou que o acórdão que manteve a condenação criminal contra o ex-governador é descabido e totalmente ilegal. 

Postar um comentário

0 Comentários